Tenho medo que copiem meu jogo, preciso registrá-lo?

18 de Agosto de 2017

Olá amigos investigadores. Eu sou o Thiago H. Ferri, investigador da Sherlock S.A. e na última semana, escrevi um pouco sobre o processo de iniciar a criação de jogos, prototipação e projeto-piloto.

Se o seu projeto está no início e você ainda tem dúvidas, veja o artigo da semana passada: Projeto Piloto ou Protótipo?

Mas hoje vamos falar sobre algo perturbador, “patentear seu jogo”!


Através das redes sociais e fóruns me deparo sempre com dúvidas de novos criadores, preocupados com o registro de seu jogo. As dúvidas mais constantes são:

- “Devo registrar?”

- “Como registro meu jogo?”

- “Não quero que me copiem!”


Acalme-se jovem aventureiro, o registro de jogo é algo extremamente delicado, já que ele não existe. Isso mesmo, não existe forma de registrar seu jogo! Já ocorreu situações em que algumas empresas registraram termos ou mecânicas específicas usados em seus jogos.


Mas tenha em mente que não tem como registrar a mecânica do seu jogo para que não seja usado em outros. Já imaginou se a rolagem de dados tivesse sido registrada e patenteada? (risos). Brincadeiras à parte, isso só impediria que novos jogos fossem lançados no mercado. Da mesma forma que não existe como registrar um conjunto de regras que fazem parte do seu jogo, pois não existe forma ou lei que ampare a proteção contra cópia específica disso.

O que existe atualmente é o registro de marcas e patentes, você pode registrar o logotipo de seu jogo, seus personagens, ou a patente de um produto. Mas um jogo não. Como exemplo mais recente, podemos citar o jogo Tiny Epic Quest, da Gamelyn Games, que está tentando patentear o ITEM Meeple.

Esses são nossos queridos MEEPLES.


- “Então Thiago, vou ser copiado! O que eu faço?”

É meu caro investigador, você pode ser copiado sim, e não adianta esconder isso. Mas, como primeiro passo, você deve perder esse medo de ser copiado.


Você investiu tempo, dinheiro com ilustrações e protótipos, para criar seu jogo e de repente alguém aparece com um jogo similar. Você diria que foi cópia ou coincidência? Nunca saberemos!


Mas, afinal, você não copiou o seu jogo de outro, não é mesmo? Espero que não tenha copiado, porque cópia não é legal (risos). O jogador quer algo autêntico e com diferencial, o que apelidamos de “cereja do bolo”. Você deve levar e testar seu jogo em eventos, apresentar na internet, fazer o mundo conhecê-lo. Agora as questões do tipo se o jogo vai ser lançado por financiamento coletivo, por qual editora será lançado, se vai fazer uma versão print and play, etc... para o momento nada disso importa.


Se o mundo conhece seu jogo, claro que alguém pode te copiar, mas todos vão saber que o seu jogo apareceu primeiro, e quem sabe até já foi lançado, o importante é não ter esse medo. Se o jogo for realmente bom ele fará sucesso e estará nas mesas de muitos jogadores. E com certeza ele não será comparado com uma cópia, pois ele é autêntico e tem a cereja do bolo.


Um detalhe importante; não apresente seu jogo ao mundo se ele não foi testado o suficiente para dizer que está pelo menos funcionando. Tenha um grupo para auxiliar nos seus testes e dar os feedback’s, mas, esse grupo precisa ser formado por pessoas que você confia, e que tenham a consciência de realmente te apontarem as falhas e mostrar o que não está legal no jogo. A partir do momento que você avaliar que o jogo está funcionando legal, e veja bem, não estou dizendo ''jogo pronto'', porque até o lançamento muita coisa pode mudar, mas se estiver funcionando comece sua divulgação.


Mais um detalhe importantíssimo, nesse momento de apresentar ao mundo é bom que ele já tenha uma identidade visual, com logotipo, de repente até algumas ilustrações, pois ele tem que ser lembrado não só pelas suas mecânicas mas, por ter algo a mais.


Resumindo: Crie e teste até ficar bom! Apresente, e valie os retornos das pessoas que testaram! Aprimore, foque e coloque seu jogo na mesa de diferentes perfis de jogadores. Seja autêntico e não desista.


Então é isso investigadores, por hoje é só. Espero que tenha esclarecido suas dúvidas e agradeço seu tempo por visitar nossa página. Se ficou alguma ponta solta nisso, fique a vontade para criticar e dar sugestões enviando um e-mail para contato@sherlocksa.com.br ou através da nossa Fanpage.


O que gostaria de saber para a próxima semana?



Sherlock S.A.
contato@sherlocksa.com.br

Rua Palmas,580
Francisco Beltrão - PR
85605-060

Todos os direitos reservados a Sherlock S.A.